04 outubro 2011

AC e RS fecham plano de abrangência nacional da TV Brasil


Com a adesão da TV Aldeia, emissora do Sistema Público de Comunicação do Acre, e a assinatura de convênio com a TV pública do Rio Grande do Sul na próxima sexta-feira, dia 7, a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) fecha seu plano de abrangência nacional. O convênio com a emisora acreana foi formalizado na última sexta, com a presença da diretora-presidente da EBC, Tereza Cruvinel.

Com o convênio, além de veicular sua programação local em horários preestabelecidos na grade diária da TV Brasil, as emissoras regionais têm a possibilidade de criar programas para veiculação nacional. “A TV pública não foi feita para disseminar nos estados uma programação de Sul e Sudeste, mas para preservar a identidade regional, por isso, os sistemas públicos estaduais e federal têm que estar de mãos dadas”, afirma Tereza Cruvinel.

“Toda televisão deseja audiência”

A presidente da EBC não tem problemas em falar sobre audiência, embora não revele números. Segundo ela, a programação da TV Brasil vem conquistando espaço a cada semestre, revelando um “gráfico ascendente” de telespectadores, especialmente nas seis horas de programas infantis, carros-chefe da emissora. “A nossa audiência hoje é baixa, mas não é traço, não é zero, há momentos em que a gente lidera na faixa inferior. É tudo muito cedo, muito recente, não podemos admitir retrocessos”, diz Tereza.

Embora ressalte que toda televisão deseja e busque audiência, a presidente da EBC adverte que as emissoras públicas, como acontece em outros países, não devem ser medidas pela mesma régua das comerciais. “Nossa TV deve ser medida pelo valor que agrega à cultura, expressão da diversidade e pelo seu papel na democracia”, finaliza.

Nenhum comentário: