18 agosto 2006

** Lampejo **

Espaço reservado hoje para Mário Quintana (dedicado a Luana).

Poeminho do Contra

Todos esses que aí estão
Atravancando meu caminho,
Eles passarão...
Eu passarinho!

**
Olho em redor do bar em que escrevo estas linhas.
Aquele homem ali no balcão, caninha após caninha,
nem desconfia que se acha conosco desde o início das eras.
Pensa que está somente afogando problemas dele, João Silva...
Ele está é bebendo a milenar inquietação do mundo!"


*Mário de Miranda Quintana (1906-1994) nasceu na cidade de Alegrete (RS), no dia 30 de julho, quarto filho de Celso de Oliveira Quintana, farmacêutico, e de D. Virgínia de Miranda Quintana. Com 7 anos aprendeu a ler tendo como cartinha o jornal Correio do Povo. Lançou o primeiro livro em 1940, A Rua dos Cataventos. Canções foi seu segundo livro, em 1946. Faleceu em Porto Alegre, no dia 5 de maio de 1994, próximo dos 87 anos.

Um comentário:

Luana disse...

Que linda! Obrigada pelo post!! Essa do passarinho é a mais graciosa de todas, né??

Beijão, comparsa!!!!