14 junho 2006

Ronaldo, rechonchudo descartado

Tenho a impressão de que Ronaldo ("Fenômeno") está sem a menor vontade de jogar futebol. Ontem, parado na área durante o primeiro tempo do jogo da Croácia, era como se ele rezasse para a bola não chegar até os pés dele. Como se tivesse medo daquilo; como se preferisse não jogar a fazer um papel feio. Por isso se esquivava.
Eu estava trabalhando durante o jogo, percorrendo algumas empresas onde os funcionários se reuniram para assistir a partida. No momento em que Parreira fez a substituição de Ronaldo (chamado de "gordo" por um dos membros da torcida, a cada aparição) foi como se tivesse saído um gol da seleção. A vibração foi imensa e o jogo realmente parece ter ganhado outro ritmo.
Podemos subtrair desse episódio a idéia de que Ronaldo só foi levado para essa Copa por motivos midiáticos, por assim dizer. A força da mídia e dos contratos milionários assinados com ele.
Fica certo, pelo menos, que o "quadrado mágico" de Parreira perdeu um dos lados.

4 comentários:

Anônimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anônimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anônimo disse...

Your site is on top of my favourites - Great work I like it.
»

Anônimo disse...

I say briefly: Best! Useful information. Good job guys.
»