25 maio 2006

“A vida é uma grande prisão.
Assim como os detentos cumprem penas pelos seus delitos, também nós pagamos pelos nossos pecados.
Se acreditamos que, ao final de cada encarnação, acertamos contas com o poder supremo de Deus, então podemos escolher entre pagar parcelado ou de uma só vez”

A pequena de 12 anos perguntou ao catequista sexagenário:
- Por que existem ricos e pobres?
- Ãh... porque eles se completam...
Não era por isso, não podia ser só isso. Alguns têm que sofrer para outros serem felizes? Não, não fazia sentido.
Chegou em casa e assistiu a novela das 6h. A escravidão a chocava. Esses homens nasceram iguais, Deus nunca disse que negros eram piores que brancos. Então, por que eles eram tratados tão mal. Não usava a expressão “tratados como animais” porque não concordava que os bichinhos devessem ser maltratados. Pensava, pensava...
Eureka! Descobriu a resposta. Os homens vinham e voltavam várias vezes, até consertarem todos os seus erros.
Se na primeira vida na Terra você tinha sido ruim, voltaria como escravo daquele que você machucou. É, fazia todo o sentido!
E ser rico não significava que a vida era boa.
É... era uma grande conclusão para uma menina de 12 anos...

5 comentários:

Luana disse...

E daí, comparsa, como vai essa dupla jornada!!!
beijão, saudades....

Comparsa

Luana disse...

Por onde andas que não postas?
Beijos...

Anônimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anônimo disse...

I like it! Good job. Go on.
»

Anônimo disse...

I love your website. It has a lot of great pictures and is very informative.
»