10 maio 2006

Procura-se Dan Brown, vivo ou morto

Se o escritor norte-americano Dan Brown queria chocar, conseguiu. Antes mesmo de estrear, o filme "O Código da Vinci", baseado no livro de Brown que leva o mesmo nome, está recebendo críticas e censuras de todos os lados do planeta. Na Inglaterra, o Opus Dei questiona judicalmente a legalidade do filme. Já na Índia, os participantes do Fórum Mundial Católico vão iniciar uma greve de fome (virou moda!) sexta-feira tentando impedir o lançamento do filme no país.

(Hoje, para fazer qualquer tipo de reivindicação virou moda fazer greve de fome. Vou dar essa idéia aos agricultores da região norte do Paraná, que estão fazendo protestos desde domingo e até agora não conseguiram nada. Quem sabe se todos eles pararem de comer por uma semana surte efeito).

Voltando ao "Código", os indianos também querem encontrar Dan Brown, vivo ou morto, e oferecem recompensa por isso. Virou bandido!

No Brasil, também já foram tomadas atitudes bizarras em relação ao filme. O deputado federal Salvador Zimbaldi, do PSB de São Paulo, (que aparentemente não tem muito o que fazer) quer proibir a exibição do filme. Segundo ele, "a obra é uma afronta à fé cristã". Tudo bem, esse argumento é entendível, já que não imagino um católico fervoroso lendo e corcordando com um livro que contradiz tudo o que ele aprendeu e propaga há anos. Mas sintam só a ignorância do outro argumento:
O livro e o filme "agridem a liberdade de crença".
Espera aí, mas quem está querendo proibir o quê nessa jogada. Pelo que eu sei, o escritor tem todo o direito de expressar sua opinião, seja qual for o assunto, mesmo que isso agrida a poderosíssima Igreja Católica. Portanto, o deputado é que está tolhendo o direito de crença de um cidadão.

2 comentários:

Hugo disse...

O livro O Código da Vinci foi lido e relido por milhares de pessoas e agora o Sr. Salvador Zimbaldi resolve proibir o filme que possivelmente possui menos detalhes? Acho que vou fazer uma greve de fome por isso. Quem sabe não funciona?!.
Muito bom esse post

Luana disse...

verdade ciça. e isso só aguça a curiosidade das pessoas para saber qual é a desse filme e desse livro, né? Beijos!